Não poderia deixar de compartilhar

Estava eu querida e mimosa (e irônica) navegando de forma básica quando encontrei isto que vou incorpor a seguir (agora eu posso, né).

Depois de alguns auês que não necessitam de desculpas (minhas, egoísta, hoje mais que o habitual), tomei uma dosesinha de vinho que estava querendo fazia tempo. Pouco, mas o suficiente para que eu não perceba, sequer enxergue qualquer erro de português. Lembram que não era do meu hábito beber? Por vários motivos, e o mais recente era a temporada infindável de remédios que deixariam qualquer pileque muuuuito interessante, extremamente perigoso.

DDA não deu sossego, nesses segundos lembrei do tomara-que-caia, dos garçons, do rapaz que me conduziu ao caixa numa loja onde fui muito mal atendida. Nas fotos, na mãe, na viagem à serra que adoraria fazer (e trazer mais vinho de lá, que esse chileno não valeu grande coisa). No "dissipador de dúvidas remoto" que não fala mais comigo. Nem oi. Tampouco tira minhas dúvidas de qualquer natureza, incluindo a razão do silêncio dele (que suponho que seja a mesma de semanas atrás).

Às favas! Problema dele, vou tirar minhas dúvidas num tutorial bem real que ganho mais...

Música então, que meu dia foi dos mais agitados e como diria Tales, "Taverneiro, traga-me mais uma jarra de vinho!"

<object width="500" height="405"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/3lq_gxLzZx8?fs=1&amp;hl=pt_BR&amp;border=1"></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/3lq_gxLzZx8?fs=1&amp;hl=pt_BR&amp;border=1" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="500" height="405"></embed></object>

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz