Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009
Esse assunto, do post abaixo me faz pensar no que é sensual, no que é erótico. Sem vontade e sem tempo para divagar, sensualidade é gestos, personalidade, olhares, um pouco (difícil saber quanto) de pele à mostra. Dá para ser sensual de gola alta, meia opaca, salto grosso. Também dá para ser sensual com decote, saia sem meia e salto fino. O bom senso e a atitude é que definem o limite entre o sensual e o grotesco, digno de fotos na internet com a etiqueta: mais uma que acreditou no "relaxa que depois eu deleto, amor".
Recebi um e-mail de um ex colega do meu marido com o título "para o homem que tem muito pouco tempo". Até ai tudo bem, ele costuma mandar coisas que ele acha engraçado, pensei ser mais uma piada machista. Tratava-se de uma apresentação no power point de uma mulher com a calça abaixada, de calcinha, blusa, cabelo bandido e poses pretensiosamente sensuais e era endereçado somente à mim e a um tal de paulo, para meu marido não. No final a tal moça tira a roupa e o sentido do título. Para quê pressa?Não entendi até agora se era para me causar inveja (?), inspiração, risadas ou o quê. A produção é tão horrível quanto a mulher, ou eu não teria nada contra, não me causa mal algum ver mulher pelada.
Por favor entendam: nada contra nudez, desde que ela venha acompanhada de beleza, sensualidade genuína. Fica resguardado o meu direito de pensar o que quiser, como faria com qualquer outro assunto.

Agora pensando bem, acho que ele errou um dos destinatários. O que faria eu faria com essas …
Deve ser legal ter um blog e moderar os comentários para só aceitar huahuahua, kkkkkkkkk, e muito boa, você é demais...

É de um extremo egoísmo receber as críticas e ler sozinho, não compartilhar com ninguém.

(testes feitos em coelhinhos e esquilos mimosinhos, árvores cortadas, e pessoas submetidas a trabalhos forçados são mera coincidência, não fui irônica)

do it yourself

Não leve ao pé da letra, não generalize. Cortei meu cabelo e agora não tem acessório, utensílio, creme ou mágica que dê jeito. Tô assumindo o corte assimétrico. Paciência.

Ju, esse post é para ti!

AQUÁRIO
Torne-se pessoal e íntimo.
Ao encontrá-los, dê um longo abraço e fique apertando-o contra o peito,
emocionado, lacrimejante. Insista para que eles liguem várias vezes por
dia para posicioná-los de seus movimentos.
Mude-se para a casa dele (a).
Faça-se passar por burro, tapado, e ainda queira ter razão.
Diga a eles o que "têm que fazer "e "quando e como fazer".
Exiba seus valores materiais na cara deles, tipo carro, jóias, dinheiro, posição social.
Pergunte sempre - "O que é que você está pensando?
Cite seus amigos sempre pelo nome e sobrenome.

Ser escorpiana é um saco...

É ficar levando tudo a ferro e fogo. É ser feliz demais, infeliz de mais e se perguntar: afinal, sou bipolar?

Nasce um post? Não?

Penso e nada... Poderia falar sobre a minha filha, que está doente de novo, mas temo chatear o leitor com assunto recorrente. Mas é uma preocupação minha, e por sinal, bem grande. Ainda mais agora em tempos de gripe suína, não estou em pânico, mas temo não ter o atendimento adequado. Ela é só um bebê!

Frase do dia

Há uma fina linha entre genialidade e loucura. Eu apaguei essa linha. (Oscar Levant)
Indo...

Pequenos deslizes que eu acabo admitindo

Tênis com qualquer roupa. Tênis, para mim não é calçado: é material esportivo. E, roupa esportiva, só em quem faz o gênero mesmo, fora isso, me parece impessoal, que a pessoa saiu com a primeira roupa que viu. Já vi cada horror se achando fashion...Mas entendo porque as pessoas usam assim, com tudo: conforto e ter a certeza que todo mundo usa. Tudo bem. (para os outros)

Exemplo de uma ousadia que acho o máximo:

sapatos coloridos, ousados, com roupas neutras, básicas. Usar o que ninguém estiver usando, o qu ainda vai estar na moda. Adoro! Quando já pegou, não tem graça. Usei chanel de bico quase antes de todo o mundo. Agora já não é mais ousadia, cortei.

Outra ousadia que eu gosto muito é sair toda arrumada com o cabelo bem natural, tipo "lavei-e-deixei-secar-naturalmente". Mas não sou adepta. Pelo menos, não sempre. Num desses posts aí eu falei sobre isso.
Gosto de ficar observando como as pessoas agem, se mostram. Não posso negar que mesmo aceitando numa boa certos deslizes, achando certas ousadias o máximo, tenho um pouco de acidez. O suficiente para deixar meu dia mais divertido.
Certa vez, ia eu pela calçada com minha bebê no carrinho, meu filho ia mais à frente quando vinha um cara me olhando. Bonito, bem bonito. Ele gostou de me olhar, parecia. Fiz uma cara de nada e passei por ele imaginando a cena: meu cabelo esvoaçante, (um vento só em mim), em slow motion, e o resultado seria o carrinho com a pequena descendo sem controle atropelando o menino.

Eu sempre digo: slow motion, ventilador direcionado e a música certa deixam qualquer mulher deslumbrante.

Mas dá para forjar uma câmera lenta andando devagar, pisando firme, rebolado compassado. Eu vi isso outro dia na rua, não pude deixar de rir. A mulher só não conseguiu simular o vento!

Frase do dia

"Não há assuntos chatos, apenas escritores chatos."
( Henry Louis Mencken )

"Não se é escritor por ter escolhido dizer certas coisas, mas sim pela forma como as dizemos."
( Jean-Paul Sartre )

Viu? É assim que blogueiro faz sucesso... Quem sou eu para chamar alguém de sem conteúdo baseado no que escreve se eu também valorizo a forma?

Se sexo fosse o remédio para todos os males...

Leia: se pernas abertas tivessem o mesmo significado de mente e coração abertos... Do verbo: Te amo e quero como tu é...
Mas é verdade que não sobra uma dor no corpo depois de um orgasmo!

De tão avessa que sou à aquela sensualidade tão aparente, mas tão aparente que comove um eunuco, adotei de um outro estilo, uma outra postura,para não deixar que transpareça tanto o quanto minha mente é suja. Mas não se engane, é só aparentemente. Mas até estou achando que consegui dosar tão bem, mascarar de tal forma que eu passria por uma freira sem o hábito. Digo isso por que semana passada, minha amiga sugeriu que eu usasse certos artifícios para seduzir meu fucking marido (as ideias eram boas, tenho que admitir). Mas, a minha queixa não se refeia a sexo. No outro dia, uma cliente da loja onde trabalho perguntou se eu já conhecia tal motel assim assado. Não. Eu disse que seria uma ótima ideia passar um tempo tranquila, com ele, mas que dormiríamos profundamente todo o tempo, já que temos duas cria…

It's not so bad

O que eu teria para dizer agora está bem aqui.

Verdade seja dita

Se eu não tivesse a agradável companhia do meu fucking husband ontem, enquanto aguardava que minha filha fosse atendida no médico, tudo seria infinitamente pior.
Dizer que é bom tê-lo ao meu lado é ser minimalista: tê-lo comigo é indispensável, é reconfortante, é compensador, é divertido... e segue a lista.

(Não fui irônica, não maltratei nenhum animal, nem ressucitei Derci Gonçalves)
Minha menininha está doente. Mas esse não é mais um post deprê. Eu vou ficar todo o tempo que eu puder com ela no colo, cheirosinha (de remédio, ou de bolacha), quentinha (de febre).

Como irritar um escorpiano

- Faça perguntas pessoais.
- Saiba muito sobre ele e dê a entender isso.
- Obtenha mais sucesso do que ele e se vanglorie disso (isso mata qualquer escorpiano).
- Repita sempre: "Isso não é da sua conta!"
- Abra e remexa suas gavetas.
- Escreva coisas na sua agenda em código e depois deixe que ele a encontre por acaso.
- Cochiche com outras pessoas olhando para ele e rindo de vez em quando.
- Minta. Descaradamente.
- Chame-o de ciumento, controlador. Se ele negar, diga que ele é orgulhoso demais para admitir.

Agora saia de perto o mais rápido possível, suma, sem deixar vestígios, por que se deixar... Run, leitor, run!

Frase do dia

Conselho é aquilo que pedimos quando sabemos a solução, mas preferíamos não saber.

Não sei quem é o autor.

Eu sei

que já deu para notar qu eu sou fã de Millôr.

Mas essa última frase, a de hoje, foi criteriosamente escolhida: é um recado. Vai continuar me ridicularizando em vez de me ajudar? Isso foi só um desabafo, moça, para mim não faz diferença o que tu pensa, só para deixar claro que eu notei...

Frase do dia

Os nossos amigos podem não saber muitas coisas, mas sabem sempre o que fariam no nosso lugar." [ Millor Fernandes ]
Sou contra casar virgem. Ponto.
E também sou contra casar grávida, digo, em função da gravidez.

Só para deixar claro: mesmo se eu tivesse casado virgem com meu marido eu saberia que ele é bom (como eu digo sem ficar vulgar?)... e adorei ter estado grávida ao lado dele, eu tive tudo o que uma mulher em estado interessante sonha: paz, carinho e tranquilidade.Meu problema não estava na barriga, no fato de estar grávida. Residia no meu medo de não ser o "máximo" depois que ela nascesse. Bobagem... Pretensão... como se um dia eu tivesse sido! Ironias à parte, antes de engravidar pela segunda vez, eu me sentia vitoriosa, tinha do quê me orgulhar, sim.

E eu que sempre gostei de estar perto de quem gosto

Acho que o tempo que passamos juntos é cada vez mais valioso. E é sempre pouco. Por mim, andaria em bando.

O artista que existe em cada um

pode ser medíocre. Ou um sucesso, depende do ponto de vista. Veja o funk, o pagode, o jazz.

Comecei a pintar um quadro. Meu primeiro quadro. Não consegui dormir naquela noite, tinha algo que me incomodava muito: o constrangimento. O quadro estava ficando um horror ( na falta de palavra que melhor defina feiúra e desarmonia). A professora que dá a aula de pintura sabia da minha vontade de pintar, da minha ânsia em descobrir se eu sou uma versão pós-moderna de saia de Van Gogh e me deixou livre. Gente...
Não posso expor o resultado aqui porque não tirei uma foto. E eu tenho senso de ridículo.

No outro dia, o que eu tinha espalhado de tinta com água secou. Aí eu achei bonito. Quando meu marido viu, eu vi na cara dele (em tempo, essa não mente) que ele gostou! Tô pasma até agora! Mas eu estava gostando, já recuperei um pouco da autoestima. O que é bom, porque eu tô trabalhando no atelier e tenho que ver o tal estrago (irrecuperável, talvez) a todo instante. Agora depende da ajuda da profe.

O …

Frase do dia

Como eu havia prometido:

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.Albert Einstein

Diz a minha amiga que a frase é bem batidinha. Mas vamos torcer para que realmente as mentes se abram (nosso amigo Jack, o estripador adora essa parte).
Não tenho tempo de colocar uma lista de blogs que eu leio no blog. Sorry.
Nada de ginástica. Preguiça.
Ensinei poucas letras para o meu filho, que já está na idade de começar a ser alfabetizado. Impaciência.
Trabalho bastante, mesmo em casa. Inevitável.
Não tenho feito as unhas, alegando falta de tempo. Descuido.
Não posso brincar no tapete com meu filho porque sempre tenho algo urgente para fazer e a brincadeira fica resumida, escassa, rara. Imperdoável.
Não abraço meu marido sem que ele peça, ou manifeste antes a vontade de estar perto, bem perto. Tentativa vã de ser autosuficiente.
Durmo menos do que deveria, menos que o meu corpo tem pedido, mesmo sendo possível. Pezadelo.
Não comprei o travesseiro que evita que eu tenha pezadelos (sim, existe, mas não vou explicar agora o porquê) por falta de dinheiro. Ou continuaria dormindo mal, mas não por culpa do travesseiro.

Traduzindo: ou eu me reorganizo, ou assumo de vez a negligência comigo e com os outros.

Mas esses são só alguns exemplos do que…

A frase do dia

O mal de se tratar um inferior como igual é que ele logo se julga superior.Millôr Fernandes

Acho

que vou colocar aqui uma sessão tipo frase do dia.

Lá vai a de hoje:
Há duas coisas que ninguém perdoa: nossas vitórias e nossos fracassos.Millôr Fernandes

Se tudo correr bem, amanhã tem mais. Mas não se iluda: disciplina não e o meu forte.
Li ontem e vou repetir hoje: não discuta com um idiota, ele vai te rebaixar ao nível dele e te vencer pela experiência.

(f* o acordo ortográfico, sem saco para ver as regras)

I'm happy!

Nada como um dia após o outro, uma noite no meio, sexo, risadas e a certeza de que no final desse dia, sendo ele do cão ou não, ter um ombro para se recostar, um olhar cúmplice, um afago.

Isso é ser feliz. Ou, ao menos, boa parte da felicidade.
Mais alguém aí não gosta do msn?
Correu tudo bem. Hoje foi meu primeiro dia no trabalho fora de casa. Adorei. Fui só a tarde, o que ajudou a amenizar o problema que seria a saudade dos meus filhos.

O lugar respira arte: pingos de tinta nas paredes, no chão e nas mesas. Aventais. Quadros por todos os lados, revistas de pintura. Amei!

Mas continuamos na luta para encontrar onde ou quem que cuide de meus filhos. As escolas não aceitam novas crianças por causa da gripe

Traduzindo a situação toda para o meu hebraico: que coisa, hein! Tudo tem que ser assim nada fácil? Tudo bem que a dificuldade torne as coisas mais interessantes e as conquistas mais valorizadas mas...

Ai, meu Arcanjo Miguel... eu só quero dar uma dentro.... para variar!

Sirene

Quando ouço uma na tv tenho a nítida impressão de que é aqui. Nessa semana, um cara foi preso entrando aqui no bairro com 4 quilos de cocaína numa mochila. E, a polícia procurava ladrões de carro...

Eu não presencio esse tipo de coisa porque moro na parte de cima do bairro, subindo o morro.
Esse é o bairro onde objetos roubados são encontrados, inclusive carros e motos. É o bairro onde são desovados corpos (ouvi falar). Balas perdidas. Certa vez, um bebê de colo teve sua graganta atingida por uma. Não morreu.
À tardinha e até mesmo à noite é comum vermos muita gente na rua, ignorando o frio, incluindo crianças. Eu digo que estão celebrando o fato de estarem vivas.
Mas, eu não tenho medo de morar aqui, teria de vir, se não morasse.

A violência, o crime, anestesia quando não somos os alvos. Se estamos a salvo, tudo bem. E a coisa continua, cada vez pior. A polícia deixa, colabora e fecha os olhos, bandidos são formados dentro de suas casas. São todos filhos de alguém. E, é na ânsia de evita…
Pronto. Agora estamos procurando quem cuide de meus filhos enquanto eu esiver fora. Não digo trabalhar fora porque eu já trabalho (e muito) em casa. Meus planos continuam os mesmos: ateliêr e informática. Na lista, os dois aparecem em primeiro lugar. Difícil? E se eu sonhasse em ser modelo? Quem sabe paquita, ou equivalente devidamente atualizada?

Pensando assim, me sinto a mais sensata das mulheres...

Visual capa de nova

sobre o post abaixo, que fique claro que cabelo indomado (para não dizer rebelde), escabelado só combina com visual muito fashion, muito estilo, muito carão, e meio metro a mais de perna do que eu já tenho. Por isso, quando saio para a rua, vou travestida de certinha, chapinha e tudo para dar um ar mais caprichado a um visual simples e básico.

Tentando...

trabalhar fora.

Mas tá me dando uma peninha dos meus filhos... Deixál-los não vai ser nada fácil, mas eu simplesmente não consigo desistir, agora que apareceu essa oportunidade.

Só em pensar em me arrumar de manhã e sair, abandonar de vez esse visual wild, esse cabelo integrante das Farc, de tão bandido que é, de não passar o dia tendo a pia e o fogão como colegas, meu deus...

E, só de pensar em não ver minha menina engatinhar pela primeira vez, meu menino fazendo coisas diferentes, conversando, chamando... meu deus...

Agora a decisão está tomada. Só não pego esse trabalho se alguma coisa acontecer, e tenho bem claro e estabelecido que meus filhos não se adaptarem, volto para casa.