Off

Nessa madrugada faltou energia elétrica. E continuou faltando pela manhã.

Absolutamente nada para fazer. E minha casa é escura, sem luz é aterrorizante ficar aqui dentro.
A saída foi, ficar na rua, com um radinho de pilha e ler uma apostila já bem batidinha.

Senti saudade da casa da mãe, onde tem remédio para tudo. Lá, se não tem luz, não tem net, não tem nada para fazer, mas tem pessoas convivendo. O radinho de pilha me deixou com mais saudade ainda. Meu pai costuma ouvir de madrugada. Minha avó ouvia, e esse era dela.

Lá, se tem água quente para um chimarrão, está resolvido o problema.

(cansada de saber que o ócio é um dos pais da criatividade, mas era coisa que não vinha me permitindo, e esse ócio compulsório me encheu de ideias novas, acho que vou aderir à essa filosofia mais vezes)

ah, e já liguei para a mãe!

Comentários

Martini Bianco disse…
hmmm.. Eu gosto de noites assim. Já reparaste como uma simples falha de energia elétrica pode condicionar e mudar o modo de pensar de um momento para o outro. Quando esses fenomenos acontecem tambem gosto de estar na rua. Lembra como que ter voltado no tempo e por momentos se lembrar daqueles q sempre viveram sem energia eletrica, sem internet.. e imaginar a vida deles assim, praticamente inconcebível para nós hoje em dia...

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz