tenho que me lembrar

de fazer um diário.
depois um razão.
e por último um balancete. (essa é a parte perigosa)

Não, não voltei para a contabilidade. É da vida mesmo, mas desta vez não virtual. Bem real e sigiloso. Como antigamente, no verso das folhas usadas. Só meu.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz