Até a cigana

Estava eu bem querida, bem mimosa aguardando o onibus para ir ver meu filho (estava com a avó, nas férias) quando fui abordada por uma cigana.

-A moça bonita isso, a moça bonita aquilo, e um monte de outras coisas que não entendi. Me dá dinheiro que te vejo a sorte!
-Não, obrigada!
-...., ..., .... insistindo...affe maria..
-a moça vive brava, tá sempre nervosa.
-toma aí o dinheiro. - me afastando para n~´ao ouvir mais nada.

Comentários

Martini Bianco disse…
Ahahahaha... Também não era de esperar outra coisa. Uma vez uma bruxa dessas me interpelou e disse "você tem um problema!" E eu: "Um só? Quem me dera!"

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz