Ok, estou no intervalo. Devo desligar mas não consigo. Sou workaholic assumida não importa onde esteja trabalhando. As coisas continuam ladeira abaixo e eu acabei deixando. Quanto antes forem, antes tudo fica melhor.

Nada de marketing. Nada de arte. Nada de expectativas. Só o que bem definiu Milan Kundera como sendo a insustentável leveza do ser. Ou quase isso, já que leveza sugere ausência de problemas ou de objetivos. E tanto problema quanto objetivos tenho aos montes. A esperança é que por vezes diminui até quase sumir. Mas deixa estar, nada como um dia após o outro e um encontro inesperado, um e-mail, ou um insight para mudar tudo.

E tem gente que acha ruim ser bipolar.

Comentários

Martini Bianco disse…
"Ou quase isso, já que leveza sugere ausência de problemas ou de objetivos" tem as suas coisas positivas, tal como ser bipolar :)

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz