Diálogo curto #2

O ônibus parado no terminal e o cobrador sentado na fileira ao lado, fora do lugar dele. Então Mari se espanta: Mãe, como é bonito aquele moço! Ele é bem bonito  mesmo!

Era um mocinho, não tinha mais que 20 anos.
-Parabéns, moço, ela te achou bonito, e isso não é muito comum!(falei, ele já tinha ouvido mesmo...)
-Obrigado, tu também é linda! (para ela, claro)

Era gay. Bem bonitinho, mas gay. Só espero que na vida adulta ela não tenha esse mesmo feeling.

Letras miúdas: não sendo do tipo piriguete me dá liberdade de chamar de bonito até o mais inatingível dos homens. Posso encontrar Robert Downey Jr na rua e dizer: Cara, tú é muito lindo! Tudo sem o menor constrangimento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz