Raízes

Me pergunto sempre o que torna uma pessoa mais forte. Também me questiono sobre o que é ser um covarde. Mas uma coisa que me "tira o sono" é saber o que torna uma pessoa parte de um lugar.

Sou de Cachoeira. Gosto de Cachoeira, mas meu estilo de vida não correspondia com a cidade, eu achava tudo muito pouco e a solução era mudar para uma cidade maior. Gostava de Santa Cruz, mas também não sou daqui.

Não posso dizer que amo um lugar onde 11 da noite não se encontra um lugar aberto para comer um pastel e que o ruído da rua são os latidos dos cachorros. À noite só escuto grilos (e os cachorro, claro). Odeio esse silêncio noturno porque ele me lembra isolamento.

Na verdade, muitas vezes já cheguei à conclusão que não sou nem desse planeta.

Comentários

Martini Bianco disse…
O teu planeta é que é grande de mais para Cachoeira e para Santa Cruz. Viver na paz (dos grilos) é relaxante, mas sempre, todos os dias, também seria de mais para mim. Compreendo isso. Já vivi em cidade de 8 milhões, agora de 3 milhões e prefiro este meio termo.
desculpe o auê disse…
Nossa. Aqui não temos mais que 250 mil!

Mundos realmente diferentes.

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz