Traduzindo para o meu hebraico

O blogue tinha esse nome por uma razão muito simples (que me tomou muitas linhas para explicar): penso tão diferente que pareço pensar numa língua que os mais próximos não falam. E tenho que traduzir certos acontecimentos para o "meu hebraico" para que eu mesma possa "resumir". Ou, traduzir os meus pensamentos hebraicos para o português das pessoas que me rodeiam.

Quando defino uma coisa como hebraica, nao tem nada a ver com a cultura ou língua, é pela estranheza mesmo.

(sentimento de ser e.t. no mode on)

Voltará a se chamar assim.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz