Adrenalina

É andar de skate pela primeira vez. É andar de moto em alta velocidade. É entrar na internet onde é proibido...e deixar seu namorado tirar fotos, digamos, reveladoras.

Descobri que sou mais bonita e sensual do que imaginava! Uma certa sensualidade, mesmo de "burka" (ok, exagerei, converse, jeans e blusa preta) isso eu sabia que tinha mas juro, eu não sabia que era tão bonita. Pergunta se estou com medo que um dia alguém veja essas fotos além dele? Muito e nenhum medo ao mesmo tempo.

Não sou unanimidade, está certo. Mas tenho um "it", algo que intriga, que desperta curiosidade, sei bem disso. Tive problemas com isso. Achei que ser diferente e intrigante fosse a razão dos elogios, das paixões ou dos comentários. Mas não, sou bonita fisicamente mesmo.

Já chorei de solidão, e de boba também. Juro que se eu soubesse que tinha esse poder antes, minha vida teria sido outra.

Pode me chamar do quiser, leitor, mas estou in love comigo mesma e passei a entender que os homens enxergam o que a roupa esconde e é por isso que faço relativo sucesso.

Em tempo: esses elogios todos a mim mesma não são um hábito, não me tome por pretensiosa.

Vamos combinar que beleza não é tudo, e nem fundamental já que fui feliz até agora me considerando mais ou menos mas que se descobrir linda é uma delícia.

(e agora vem aquela tensão, vai que alguém veja as tais fotos...adrenalina!)





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz