Prefiro andar de burka

Uma vez meu pai viu minhas irmãs brincando quando eram bem pequenas, e uma delas falou em limite. Ele achou muito curioso que naquela idade ela já sabia o que significava limites e sabia, inclusive, impôr.

Meu namorado gostaria que nao abrisse minha vida na net. Mesmo num blogue sem nome, sem endereço, sem referências. Gostaria também que eu trocasse de celular. São limites que ele impõe. Posso andar de bumbum de fora sempre que quiser, coisa que não faço. Posso ir numa festa sozinha. Mas não posso emitir minha opinião? Tem algo errado.

Como apesar de ter a língua solta e afiada não tenho muitos amigos para desabafos em geral, e uma enorme necessidade de me comunicar, vou continuar blogando sempre que me der vontade. Limite que eu imponho.

Preferia que me pedisse que usasse burka.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz