Para bom entendedor

Para bom entendedor, meia palavra, quando sou eu quem fala essa bendita palavra, dá um grande mal entendido. Isso sim.

Um blogueiro amigo falou sobre isso não faz muito. 

Hoje meu namorado confessou pela segunda e última vez que não me entende. Tentei tirar da boca dele algo como "te entendo um pouco" mas não consegui. Mas também não fiquei brava porque sim, eu o entendo. 

Falando ou escrevendo, tenho a impressão de que mesmo quando consigo me fazer entender, ainda assim não sou compreendida. Isso cansa. Ser absolvida ou condenada por pouca coisa repetidas vezes cansa. 

Sendo assim, vou além de me calar: vou me esconder. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz