Curtas parte #48975430987534875

Saudade do tempo em que o máximo que fazíamos para ter privacidade era ter login como nome fictício e não revelar endereço. Hoje não dá para se esconder de ninguém na net. E reclamo disso porque ainda que não fuja de ninguém, tem pessoas sim, que não gostaria que me encontrassem e que já pensei que tinham parado de me procurar. Só que não. Que droga...

Então foda-se. Agora que não preciso mais "sonegar informação" por que o "chato" já me achou no face posso contar para meus leitores mais queridos (que são vocês do blogue) que estou feliz da vida trabalhando numa área que queria faz tempo. É cedo demais para comemorar porque o caminho é longo até chegar aonde quero mas essa coisa de gráfica faz parte do meu caminho. Sou a garota do CTRL P. E tenho orgulho disso. Para quem como eu tem DDA do cão, coisa que já foi (e ainda é) um problema sério, encara um trabalho desses é uma missão é tanto. 

Outra coisa que queria contar faz tempo mas não queria que o chato soubesse por aqui: descobri uma coisa bem legal para fazer no meu bairro que é correr no "distrito". No verão chegava em casa, pegava os kids, os skates e ia para lá. Era como se fosse o quintal de casa. Nossa como eu gostava disso... Depois comecei a correr, mas como esfriou demais e além disso passei a chegar em casa mais tarde ficou bem ruim. Mas sinto falta da corrida e ainda mais do skate.

Estou procurando casa no centro, odeio morar longe. Mas disso vou sentir saudade.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz