Será

que algum dia, alguém mais vai entender o que eu digo sobre minha cabeça barulhenta sem achar que estou exagerando ou me fazendo de vítima? Por vezes isso é um problema e tanto. Deve ser para mais pessoas, acontece que elas preferem culpar o corre-corre do dia-a-dia, os filhos, o namorado, e não assumem que é a própria mente que as atormenta.

Assumida ou descontrolada até para os meus mais queridos sou um ser estranho.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz