A vista que eu tenho da janela

Mudei de casa. Agora moro muito perto do centro, em uma rua bem movimentada mas o bairro é tranquilo e o melhor atributo é a distância dos antigos destinos e trajetos. Perfeito se não fosse por um detalhe: dia desses tive a impressão de ter visto o "anônimo", aquele mesmo que costumava vir aqui no blogue jurar que nunca mais me procuraria... Meu corpo manifestou todos os sinais de profundo desconforto.

Ele era um dos fantasmas que queria ter deixado para trás...

Texto antigo, devo avisar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz