Agora é certo, fato, fatíssimo

Sempre tive medo de criar raízes e me sentir aprisionada. Bom, se tiver raízes mas mantiver as asas abertas, ainda terei relativa sensação de liberdade. E liberdade é como ar para respirar. Agora tenho medo de não criar raízes e procuro um lugar, um motivo para fazer isso.  Como não foi aqui que encontrei me sinto no dever de procurar, procurar e procurar

Me preparando para no inicio do ano que vem mudar de cidade de novo. A cidade que vou fica a menos de 100 km de onde moro. Mas é ritmo, estilo, tudo diferente. Nada de amigos, lugares para ir. Eu, meu filhos (que de inicio ficarão aqui) e meus objetivos.

Não sei se estou fugindo ou buscando. Talvez as duas coisas. Mas o fato é que vou tirar esse peso das costas abrindo as asas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz