Maior que romantismo

é a cumplicidade. No clipe, eles não são um casal, mas são cúmplices. Lindo... Ah como eu gosto de ver isso, tanto assim na ficção, quanto na realidade...

Eu sou sim romântica, nesse meu jeito desajeitado, desse meu modo sem-modos. Mas cumplicidade vai além. Não some. Não se apaga. Não se esquece. Quando você tem um cúmplice, nunca deixa de tê-lo ainda que não exista amor, ou que ele termine.

Comentários

Martini Bianco disse…
Que reflexão! Efeito da rita.. creio ;)

Sabes que nessa cena de dança do filme de Goddard, nao tem música? E essa música encaixa como uma luva na cena do filme. Há coisas fantásticas...
desculpe o auê disse…
E esse video é uma dessas coisas fantásticas! Amo!

E a rita veio depois, a reflexão era naquele estado, assim, digamos, mais emotivo.

Postagens mais visitadas deste blog

Como cada signo troca uma lâmpada

Dicas para disfarçar e controlar as lágrimas

Putz